tropasNesta segunda-feira (26), a Corte Eleitoral da Paraíba deferiu, por unanimidade, solicitação de requisição de forças federais apresentada pelos juízes das 35ª e 63ª Zonas Eleitorais com sede no município de Sousa/PB.

O relator do processo, juiz federal Emiliano Zapata de Miranda Leitão, entendeu que os elementos apresentados concretamente demonstram receio ao pleito vindouro, de perturbação aos trabalhos eleitorais, quais sejam: agressão a um candidato, em sua residência, no município do Lastros; arremesso de bomba na casa de um militante político, com início de incêndio nesta casa; disparo de arma de fogo contra um coordenador de campanha; e alvejamento de cinco tiros de arma de fogo contra a residência de candidato a prefeito; os três últimos eventos ocorreram no município de Sousa.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador José Aurélio da Cruz, também participou da votação.

Imediatamente após esta deliberação, a solicitação de forças federais segue para apreciação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Share Button