Hoje em dia a ganância é desmedida

Numa busca incessante pela glória

Muitos deles esquecem a própria história

Sua origem também e esquecida

Só a fama por ele é aplaudida

Aí daquele que dele duvidar

É capaz de morrer e de matar

Pra manter a chamada mordomia

Pra que tanta ganância e correria

Se ninguém veio aqui para ficar

Juventude sem rumo e desvairada

A procura de uma afirmação

Sem amor e sem Deus no coração

Insegura e muito angustiada

Vão buscar os prazeres na balada

Procurando a si mesmo se afirmar

Não encontra o que vive a procurar

Pois só quer da valor a rebeldia

Pra que tanta ganância e correria

Se ninguém veio aqui para ficar

Nossa vida aqui é passageira

É preciso que tenhamos consciência

Juventude na vida é a essência

Mas vida ela passa de carreira

A velhice é a fase derradeira

Que o homem não tem como evitar

Se nascer e viver vai alcançar

Esta fase sem riso e alegria

Pra que tanta ganância e correria

Se ninguém veio aqui para ficar

As glamouras do mundo têm levado

Muita gente a morte prematura

Desprezando o estudo e a cultura

Pra viver de orgia e de pecado

Mesmo tendo não fica conformado

Cada dia um posto quer galgar

A luxúria é quem pode lhe acalmar

Por querer só viver de regalia

Pra que tanta ganância e correria

Se ninguém veio aqui para ficar

Pra viver nesse mundo é necessário

Dividir nosso pão com quem não tem

Trabalhar e lutar, fazer o bem.

Procurar não fazer nada ao contrário

Relembrar Jesus Cristo no calvário

Dando a vida pra o povo se salvar

Esse gesto é preciso recordar

Relembrar-lhe também na eucaristia

Pra que tanta ganância e correria

Se ninguém veio aqui para ficar

A mulher hoje em dia é sem conceito

E só quer saber da vaidade

Lutou muito por sua liberdade

Alcançou e perdeu o seu respeito

Esqueceu de zelar pelo o direito

Cada dia que passa é mais vulgar

O seu corpo é peça de mostrar

No mercado como mercadoria

Pra que tanta ganância e correria

Se ninguém veio aqui para ficar

O Messias está perto e logo vem

Pra levar sua igreja para o céu

Todo olho verá ele num véu

Muitos anjos cantar dizendo amém

Carruagem de fogo no além

Todos os mortos irão ressuscitar

Quem subir nesse carro vai morar

Com Jesus numa nova moradia

Pra que tanta ganância e correria

Se ninguém veio aqui para ficar 

AUTOR: DAVI CALISTO NETO.

Share Button