Vítima que sobreviveu foi identificada e intimada para depor.
Outros dois moradores de rua morreram a facadas em Campina Grande.

Foto de arquivos
Foto de arquivos

A Polícia Civil está investigando se o jovem suspeito de matar dois moradores de rua e ferir um terceiro fez um levantamento das possíveis vítimas antes de cometer o crime. O rapaz de 19 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (23) em Campina Grande, no Agreste paraibano.

Segundo o delegado de Homicídios Antônio Lopes, a vítima que ficou ferida foi identificada e foi constatado que ela costumava ficar na mesma região que as outras duas vítimas, que morreram.

“Existe a possibilidade do rapaz ter feito um estudo prévio, sobre onde cada um costumava dormir. No vídeo, ele levanta o lençol da vítima, é como se ele quisesse confirmar de qual morador de rua se tratava. Com isso, ele não aparenta ter escolhido as vítimas aleatoriamente, não parece ter sido uma decisão tão imediata, como ele havia dito”, explicou o delegado.

O morador de rua que ficou ferido levou um golpe de faca e foi encaminhado para Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde precisou passar por cirurgia. Segundo o policial, ele recebeu alta na segunda-feira (23) e já foi intimado para prestar depoimento na delegacia.

“Informalmente, ele falou aos policiais que estava dormindo e sentiu a pancada. Depois, ele conseguiu levantar e saiu correndo. Mas ele ainda vai dar o depoimento oficial’, disse Antônio Lopes.

No depoimento oficial, o suspeito disse que “estava com vontade de exterminar a metade a população de rua de Campina Grande”, conforme informou o delegado. “Alegando que eles não prestavam, que eram ofensivos à sociedade”, disse.

A prisão aconteceu em flagrante, horas após os crimes serem registrados no início da manhã. De acordo com Lopes, ele foi às ruas por volta das 3h, quando esfaqueou a primeira pessoa. “Ele disse que bateu a ideia e ele decidiu começar”, disse.

De acordo com o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), os corpos das vítimas foram encontrados entre as 6h e 7h. No primeiro caso, ocorrido no bairro do Santo Antônio, um morador de rua foi encontrado morto na Rua Santo Antônio, próximo a uma escola pública. Já no Centro da cidade, por volta das 7h, uma moradora de rua foi encontrada morta na rua Elias Asfora. Este crime foi registrado por uma câmera de segurança de um estabelecimento.

Do G1 PB

Share Button