Agência publicou despacho suspendendo a redução de velocidade, corte e cobrança extra da banda larga após fim da franquia

Foto: Stock Photos / Stock Photos
Foto: Stock Photos / Stock Photos

Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) afirmou que a determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de obrigar as operadoras a dar ferramentas para os consumidores acompanharem o consumo de dados antes de esgotar a franquia da internet fixa não resolve o problema do bloqueio. A ong continua a defender que o corte só pode ser feito se a conta não for paga.

Leia mais:
Anatel suspende redução, corte e cobrança extra da banda larga

20 perguntas e respostas sobre a polêmica do limite de dados
Limite de internet causa revolta entre usuários

“Na realidade, a Anatel está dando aval à anunciada mudança de prática comercial quanto à franquia de dados, desde que as operadoras deem três meses para o consumidor identificar seu perfil de consumo. Como algumas estavam prevendo iniciar a cobrança só em 2017, obtiveram aval para começar a cobrar até antes a franquia de dados”, criticou a associação, por meio de nota.

http://zh.clicrbs.com.br/

Share Button