Acidente ocorreu no momento da comemoração do gol marcado por Michel Bastos no segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, pelas quartas da Libertadores

Uma grade no setor térreo do Morumbi cedeu no momento da comemoração do gol do São Paulo e provocou a queda de vários torcedores no fosso do estádio – a uma altura de 2,5 metros. O duelo contra o Atlético-MG, válido pelas quartas de final da Taça Libertadores da América, foi imediatamente paralisado, aos 35 minutos do segundo tempo.

Info ACIDENTE NO MORUMBI v2 (Foto: infoesporte)
Veja detalhes do acidente desta quarta-feira no Morumbi (Foto: infoesporte)

LEIA MAIS: Ferido no Morumbi critica proteção: “Ali a grade é muito frágil”

De acordo com o São Paulo, 20 torcedores caíram. Dezesseis pessoas foram atendidas, sendo sete levadas a três hospitais diferentes: São Luiz, Bandeirantes e Campo Limpo. O caso mais grave foi uma fratura no braço de um torcedor.

LEIA MAIS: Dirigente afirma que não há risco de perda de vida entre feridos

O torcedor Luis Fernando Aguilar estava no setor térreo no momento do acidente. Ele filmava o gol são-paulino quando também caiu no fosso do Morumbi (veja o vídeo abaixo).

LEIA MAIS: Torcedor do São Paulo vai ao hospital após confusão fora do estádio

Os próprios jogadores tentaram acalmar as vítimas. Policiais ajudaram a carregar alguns feridos, e o médico do São Paulo, José Sanchez, auxiliou no atendimento. Uma ambulância também se dirigiu ao gramado para prestar os primeiros socorros. Após cinco minutos, o árbitro Wilmar Roldán recomeçou a partida, enquanto seguia o atendimento.

Uma segunda ambulância foi utilizada. Um menino, com um corte no rosto, recebeu cuidados médicos no ambulatório do Morumbi e depois se dirigiu ao hospital para fazer exames mais detalhados. Após o apito final, o meia Michel Bastos, autor do gol da vitória tricolor por 1 a 0, foi ao local do acidente e deu sua camisa a um dos torcedores.

Segundo o regulamento disciplinar da Conmebol, “as federações nacionais e os clubes são responsáveis pela segurança e a ordem tanto dentro quanto nas imediações do estádio, antes, durante e depois do jogo que sejam mandantes. Essa responsabilidade se estende a todos os incidentes, de qualquer natureza […] ficando [os clubes] expostos à imposição de sanções disciplinares”. O regulamento não deixa claro quais seriam essas sanções.

O Regulamento da Copa Libertadores 2016 diz que cada federação nacional é responsável por apresentar os certificados de segurança dos estádios. No caso do Brasil, a CBF aproveita as informações cedidas pelas federações estaduais. Segundo a FPF, o Morumbi tem todos os laudos em dia – vigilância sanitária, segurança, engenharia e prevenção a incêndios. Embora tenha sido aprovado “com restrições”, o estádio pode receber jogos de futebol com segurança.

São Paulo Acidente Morumbi  (Foto: Marcos Ribolli)
Garoto foi atendido rapidamente após a queda no fosso (Foto: Marcos Ribolli)
São Paulo Acidente Morumbi  (Foto: Marcos Ribolli)
Jogadores do São Paulo ajudaram a acalmar os torcedores (Foto: Marcos Ribolli)
São Paulo Acidente Morumbi  (Foto: Marcos Ribolli)
Cerca de 15 torcedores ficaram feridos no acidente do Morumbi (Foto: Marcos Ribolli)
São Paulo Acidente Morumbi  (Foto: Marcos Ribolli)
Atendimento foi realizado no gramado do Morumbi (Foto: Marcos Ribolli)
São Paulo Acidente Morumbi  (Foto: Marcos Ribolli)
De acordo com laudo do estádio, queda foi de 2,5 metros (Foto: Marcos Ribolli)
São Paulo Acidente Morumbi  (Foto: Marcos Ribolli)
Alguns torcedores foram atendidos ainda no gramado do Morumbi (Foto: Marcos Ribolli)
São Paulo Acidente Morumbi  (Foto: Marcos Ribolli)
Jogo foi reiniciado após cinco minutos (Foto: Marcos Ribolli)
Por Alexandre Lozetti, Marcelo Hazan e Marcelo Prado São Paulo
http://globoesporte.globo.com/
Share Button