Água MIneralUma fábrica que de falsificava água mineral foi fechada pelo Procon municipal da cidade de Patos, no Sertão paraibano. O flagrante aconteceu durante uma ação de fiscalização que está sendo intensificada há cerca de dois meses no município. Segundo o Procon, os garrafões de 20 litros estavam sendo abastecidos com água imprópria para consumos e marcados com rótulos falsificados.

A fábrica clandestina funcionava na zona rural, no limite dos municípios de Patos e São José de Espinharas, no Sertão, e eram repassadas para estabelecimentos na zona urbana.

“A suspeita começou quando percebemos uma grande quantidade de garrafões de água mineral sem os rótulos no local. A água usada era retirada de poços artesianos e passava por um processo de limpeza para ficar com aparência cristalina, mas era imprópria para consumo”, explicou o secretário do Procon de Patos, Maurício Alves.

O flagrante aconteceu no dia 16 de junho e, na última quinta-feira (23), o Procon recebeu o resultado de exames que confirmaram a presença de substâncias que tornam a água imprópria. “Os rótulos também eram falsificados e os garrafões repassados para estabelecimentos. Ainda não temos certeza se os donos dos estabelecimentos sabiam da procedência das águas”, destacou Maurício Alves.

Segundo o secretário, as ações de fiscalização foram intensificadas desde o último dia 4 de maio. Até esta quarta-feira (29) já foram fiscalizados cerca de 130 estabelecimentos comerciais, entre supermercados, panificados, mercadinhos, fornecedores e lojas de conveniência.

http://www.saodomingosinformado.com.br/

Share Button