Cadê a UPA que era para estar aqui? Cadê outra unidade da saúde que era para estar aqui também?

Estas perguntas são feitas pelos barreirenses que veem a construção inacabada as margens da Avenida José Bonifácio, próximo ao bairro Santa Luzia em Barreiras.

As duas últimas gestões municipais e até o momento, a obra nunca foi concluída, onde proposta era construir uma UPA e mais abaixo outra unidade da saúde.

Parte do local que seria a construção e ainda não terminou que já se perdura por cerca de 9 anos, já existe até um campo de terra de futebol onde moradores dos bairros em volta usam para lazer.

Fica a dúvida, até quando ali ficará abandonado?

TJBA cria Centro de solução Consensual de Conflitos Possessórios na área rural do Oeste

O Tribunal de Justiça da Bahia criou o Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos Possessórios da Região Oeste, com sede na cidade de Barreiras, destinado à mediação e conciliação de demandas possessórias rurais de natureza individual na região.

O centro tem como principal objetivo “franquear aos cidadãos ou pessoas jurídicas, possuidores e ou proprietários de bens envolvidos em controvérsias que digam respeito a posse de bem imóvel rural nas comarcas situadas na região Oeste da Bahia, tendo ou não ingressado em juízo, a possibilidade de obtenção de solução consensual para o litígio, sob a interveniência do Poder Judiciário do Estado da Bahia”.

O TJBA considerou, dentre outros pontos, os conflitos possessórios na região, “vetores de grande profusão de demandas e infindável número de recursos, tornando complexo e limitado o universo processual para solução dos litígios trazidos ao Poder Judiciário”, diz o Ato Conjunto.

Vinculado ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupmec), o Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos Possessórios da Região Oeste seguirá os lineamentos normativos balizados pela Resolução n.º 125, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O ato de criação, assinado conjuntamente pela presidente do TJBA, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, o corregedor geral Osvaldo de Almeida Bomfim e a corregedora das Comarcas do Interior, Cynthia Maria Pina Resende, foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta terça-feira (18).

Barreiras: Aiba manifesta apoio ao Unisang

A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) vem a público hipotecar seu apoio e solidariedade ao Centro de Hemodiálise e Hemoterapia de Barreiras (Unisang), que está na iminência de encerrar as suas atividades em função das dificuldades financeiras que vem enfrentando devido à falta de reajuste, por parte do governo federal, no valor referente ao Sistema Único de Saúde (SUS), bem como de uma complementação da verba por parte dos municípios, conforme recomenda o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia.

A Aiba entende que o fechamento desta importante unidade de saúde não seria prejudicial apenas aos pouco mais de 100 pacientes renais crônicos que nela se tratam, mas a toda população do oeste da Bahia, uma vez que o Unisang acolhe pessoas oriundas de várias cidades da região.

Acreditamos no bom senso dos gestores municipais das cidades do oeste para aderir o repasse voluntário e, assim, tentar reverter o quadro, impedindo o fechamento do Centro de Hemodiálise e Hemoterapia e, consequentemente, a transferências de seus pacientes para cidades mais distantes, uma vez que tal tratamento só é ofertado em Salvador e Irecê, o que, além de ocasionar o desgaste físico e emocional dos pacientes e seus familiares, oneraria também os cofres das prefeituras que passariam a arcar, ainda, com o deslocamento destas pessoas.

Por fim, reafirmamos o nosso apoio não à luta para manter o Unisang em pleno funcionamento, para que possamos continuar salvando muitas vidas em todo oeste da Bahia.

Bahia Farm Show 2017: inovação e tecnologia em um único lugar

Com data confirmada para o período de 30 de maio a 03 de junho de 2017, a Bahia Farm Show 2017 promete movimentar, mais uma vez, o setor do agronegócio nacional. O lançamento oficial da Feira será no próximo dia 27 de abril, no município de Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, sede do evento.

A programação completa da feira e as novidades para este ano serão apresentadas durante coletiva de imprensa conduzida pelo presidente da Bahia Farm Show e também presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Celestino Zanella. A associação é a organizadora da Feira juntamente com a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), a Associação de Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda. (Assomiba) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

“Estamos confiantes no sucesso da edição 2017 da Bahia Farm. A região oeste deve colher mais de 7,7 milhões de toneladas de grãos, certamente os reflexos dessa boa safra serão estendidos para os resultados da Feira”, diz Zanella. Ainda de acordo com o presidente do evento, a aposta de bons negócios está nos segmentos de máquinas, implementos, insumos, aviação e serviços, representados pelos mais de 200 expositores e 600 marcas expostas durante os cinco dias.

Além de mostras de produtos e serviços, a Feira oferecerá uma grade com mais de 20 palestras e workshop sobre agronegócio. Os debates do Fórum do Canal Rural e o leilão de gado também fazem parte do cardápio de opções oferecidas durante o evento que se consolida como uma das mais importantes e avançadas vitrines do agronegócio nacional.

  • SERVIÇO:

Bahia Farm Show 2017

Data: 30 de maio a 03 de junho de 2017

Horário de funcionamento: 9h às 19h

Local: Complexo Bahia Farm Show: BA 020/242, km 535 – Luís Eduardo Magalhães – Bahia

www.bahiafarmshow.com.br

Ação recebe 4t de embalagens vazias de defensivos agrícolas, em Wanderley

Um saldo superior a quatro toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas retiradas do meio ambiente. Esse foi o resultado da primeira ação de recebimento itinerante do ano, promovida pela Associação do Comércio de Insumos Agrícolas (Aciagri) através da Central Campo Limpo de Barreiras, com o apoio do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) e a Adab (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), em Wanderley no oeste baiano, nos dias 07 e 08 de abril.

A ação consiste na montagem de estruturas temporárias em locais distantes das centrais de recebimento espalhadas pelo Brasil como forma de facilitar a devolução do material por parte dos agricultores e pecuaristas. Além do suporte de órgãos reguladores e fiscais, a iniciativa contou com apoio da secretaria de meio ambiente de Wanderley – fundamental para aumentar a capilaridade do Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos) naquela região. O material devolvido foi encaminhado para a unidade de Barreiras onde receberá a destinação correta, reciclagem ou incineração, pelo inpEV – instituto que representa a indústria fabricante de defensivos agrícolas para a destinação das embalagens vazias de seus produtos.

Atualmente, a Aciagri gerencia três centrais Sistema Campo Limpo no oeste baiano: Barreiras – maior do país em volume de recebimento; Roda Velha e Rosário – considerada a terceira maior do nordeste do país, além de outros três postos de recolhimento: Panambi, Coaceral e Campo Grande. Para 2017, a meta é retirar do meio ambiente 2.816 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas.

Agenda

Segundo a gerência da Central de Barreiras, outros seis municípios do oeste baiano e do Vale do Rio Grande serão atendidos pela ação, sendo eles: Cristópolis, Cotegipe, Baianópolis, Santa Rita de Cássia, Riachão das Neves e os distritos de irrigação de Nupeba e Barreiras Norte, implantados e geridos pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Barreiras. As datas e os locais ainda não foram definidas, entretanto, serão divulgados com antecedência.

 

 

Fonte: Barreiras Noticias/TJ-BA/Ascom Aiba/Ascom Bahia Farm Show/Ascom Aciagri/Municipios Baianos

Share Button